REDIJA UM TEXTO PERFEITO

REDIJA UM TEXTO PERFEITO

Saber redigir e compreender textos é um desafio. Mas, dominar essa linguagem liberta e abre muitas portas.

Participei de uma seleção em uma empresa conhecida que procurava uma funcionária que soubesse escrever bem textos, e-mail, cartas etc.

Foi selecionada uma candidata, universitária formada, que preenchia vários requisitos exigidos para o cargo, menos a escrita. Abreviava tudo – escrevia como falava – e, nem sempre da maneira mais adequada. Era viciada em linguagem de Internet. No próprio teste escreveu “FUNFA” em vez de “FUNCIONA”.

Lógico que a primeira providencia foi incluí-la num curso de Redação Comercial.

Lembre-se que o texto só será bem aceito se tiver:

  • Vocabulário preciso;
  • Bom uso dos sinais de pontuação;
  • Concordância entre os elementos da frase;
  • Conectores e articuladores textuais adequados;
  • Grafia correta.

Por que será que no Brasil 20% da população é considerada analfabeta funcional?

Falta de leitura! Há jovens, mesmo bem formados, que reconhecem que nunca leram um livro inteiro na vida. Por isso, essa falta de habilidade para escrever, além e uma deficiência generalizada em cultura geral.

Veja as dicas abaixo para preparar um texto perfeito:

1. LEIA MAIS

Busque textos de qualidade, como livros, jornais e revistas. Preste atenção a nuances de estilo, vocabulário, argumentos etc. Eles podem ser modelos para seus textos.

2. REESCREVA

Faça seus textos e exercite a escrita. Leia e reescreva se achar que fica melhor. Pode ser em cartas, um diário ou em um blog na Internet. Compartilhe com os outros e ouça a opinião deles.

3. SIMPLIFIQUE

Evite frases muito longas e escrita rebuscada, com vocabulário difícil. Isso pode comprometer a compreensão do seu leitor, além de pedir ortografia e pontuação cuidadosas.

4. SEJA FORMAL

A linguagem com abreviações e gírias é comum e a maior parte das pessoas sabe utilizá-la. Por isso, tente fazer textos mais formais, deixando de lado esses vícios da escrita.

5. ESTUDE

Busque sinônimos no dicionário, para não repetir a mesma palavra na sentença. Evite gerúndios como “vou estar enviando um e-mail” e se envolva em projetos que pedem a escrita.

LEMBRE-SE QUE ESCREVER BEM NÃO É SINÔNIMO DE ESCREVER DIFÍCIL.

A ARTE DE ESCREVER BEM ESTÁ EM SUAS MÃOS.

Boa comunicação.

Manuela Rodriguez