Reforma Ortográfica

Oito países que falam português: Angola – Brasil – Cabo Verde – Guiné-Bissau – Moçambique – Portugal – São Tomé e Príncipe – Timor Leste.

A reforma é uma decisão política, já que facilitaria a entrada do quinto idioma mais falado do mundo para a lista das línguas oficiais da ONU.

A reforma também facilitaria buscas na Internet e unificaria os termos jurídicos em contratos internacionais. No dia 16 de maio de 2008, após 18 anos, o parlamento português aprovou os termos da reforma.

ENFIM ... A REFORMA

• 1990 – Representantes dos 8 países decidiram simplificar a grafia e unificar as regras. • Para isso é preciso que os países ratifiquem as mudanças, como fez o Congresso Nacional Brasileiro.

• Em 2007, o Ministério da Educação do Brasil começou a preparar as mudanças nos livros didáticos.

 • Pretende-se que tais mudanças sejam implantadas em 2009.

• A maior resistência à reforma veio de Portugal, justamente o país cujas mudanças foram mais significativas.

 A IMPLANTAÇÃO

• No Brasil o prazo para implantação das mudanças é de três anos.

 • Portugal optou pelo prazo mais longo: 6 anos.

• Em 2012, no Brasil, as novas regras já serão cobradas.

• O acordo ortográfico já foi aprovado pelo Congresso brasileiro e publicado no Diário oficial.

• Os livros didáticos no próximo ano já devem incluir as novas regras.

• No Brasil já houve duas reformas ortográficas em 1943 e 1971, ou seja, um brasileiro com mais de 65 anos vai passar por três reformas.

• Em Portugal, a última reforma aconteceu em 1945.

 

AS MUDANÇAS

Vocabulário: Entre 0,5% e 2,0% do vocabulário brasileiro será alterado.

TREMA

Fim do Trema: O acento é totalmente eliminado. FREQÜENTE . . . FREQUENTE - CONSEQÜÊNCIA . . . CONSEQUÊNCIA

Obs: Mantém-se em nomes próprios e seus derivados.

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Acaba-se o acento nos ditongos EI nas paroxítonas. Idéia . . . Ideia - Heróico . . . Heroico.  Atenção: Nas oxítonas, o acento permanece: Ex. Fiéis – hotéis – painéis.

SEM ACENTO ... As palavras paroxítonas, com i e u tônicos, quando precedidas de ditongo. Ex. Feiúra . . . Feiura Baiúca . . . Baiuca As palavras terminadas em hiatos oo, eem, perdem o acento: Vôo . . . Voo Enjôo . . . Enjoo Crêem . . . Creem Dêem . . . Deem Lêem . . . Leem

ACENTO DIFERENCIAL -  Não se usará mais para diferenciar:

pára (flexão do verbo parar) de para (preposição)

péla (flexão do verbo pelar) de pela (preposição + artigo)

pólo (substantivo de polo (combinação antiga de por e lo)

pélo (flexão do verbo pelar), pêlo (substantivo) de pelo (combinação de preposição + artigo)

pêra (substantivo – fruta), péra (substantivo arcaico = pedra) de pera (preposição arcaica)

ACENTOS EM FORMAS VERBAIS

Não se usará mais acento agudo nas formas verbais que têm o acento tônico na raiz, com u tônico precedido de g ou q e seguido de e ou i. Assim, algumas poucas formas de verbos, como averigúe (averiguar), apazigúe (apaziguar) e argúem (argüir) passam a ser grafadas: Ex. Averigue - Apazigue - Arguem

HÍFEN

Não se usará mais hífen:

 • quando o prefixo terminar com vogal e o segundo elemento começar com R ou S, essas consoantes devem ser duplicadas. Anti-religioso - antirreligioso Contra-regra - contrarregra - Anti-semita - antissemita - mini-saia - minissaia

Exceção: será mantido o hífen quando os prefixos terminarem com R: Inter (inter-racial) – hiper (hiper-sensível) – super (super-homem)

Nota: Não se usará mais hífen quando o prefixo terminar em vogal e o segundo elemento começar com vogal diferente: Extra-escolar – estraescolar, aero-espacial – aeroespacial, auto-estrada – autoestrada.

Saem à maioria dos hífens em palavras compostas: pára-quedas – paraquedas. Acrescenta-se o hífen:

 • em substantivo compostos cuja última letra da primeira palavra e a primeira letra da palavra são a mesma, será feita a introdução do hífen. Microondas - micro-ondas Antiinflamatório - anti-inflamatório.

 Nota: Será mantido o hífen em palavras compostas cuja segunda palavra começa com H: Pré-história.

ALFABETO

As letras (K,Y e W) antes suprimidas, voltam a fazer parte do alfabeto, constituído agora por 26 letras.

 LETRAS MUDAS - As letras mudas C e P são eliminadas.

 Em Portugal: Actual - atual - Adopção - adoção Afectivo- afetivo - Óptimo - ótimo

Na África: Exacto – exato

 A T E N Ç Ã O: Se a letra for pronunciada, poderá ser mantida. É o caso de: Facto – sector – carácter – sumptuoso etc.

 DUPLA ACENTUAÇÃO - Há algumas diferenças de acentuação entre o Brasil e Portugal, principalmente quando se fala dos acentos circunflexo e agudo.

BRASIL /PORTUGAL – Econômico/ Económico Tônico/ Tónico Gênero/ Género Atômico/ Atómico . A diferença foi mantida.

LETRA – H

 Em Portugal será eliminado o H de palavras como húmido e herva, que passam a ser grafadas como no Brasil: Úmido – Erva

 Manuela Rodriguez