E-Mails

INFORMALIDADE SIM, DESLEIXO NÃO!

 

 Os últimos anos do século XX trouxeram uma nova ordem de comunicação entre as pessoas, consolidada definitivamente nos primeiros anos do século XXI. As nostálgicas cartas manuscritas – no caso das correspondências pessoais – e os ofícios comerciais datilografados cederam lugar à correspondência virtual, hoje maciçamente usada para praticamente todas as finalidades, das missivas para os amigos às discussões de caráter profissional. No entanto, essa nova forma de se comunicar trouxe consigo uma série de problemas de ordem ética e lingüística, relacionados, principalmente à questão da confiabilidade dos documentos e à forma da escrita.

 

É cada vez mais comum as empresas baixarem regras rígidas e incentivarem cursos entre os colaboradores depois de enfrentarem crises provocadas por e-mails enviados aos destinatários errados e pornografia infiltrada em intranet. Isso sem falar na redação descuidada, talvez motivada pelo caráter informal do e-mail, e também, nos erros de gramática e ortografia. Todos esses problemas passaram a colocar em risco a imagem das empresas.

 

Ainda sobre os atentados cometidos contra a Língua Portuguesa, são muito comuns nos e-mails empresariais vícios como “tipo assim”, “com certeza” e o indefectível “a nível de”, além dos gerúndios que invadiram a comunicação verbal e escrita.

 

SIGA ESTES 10 MANDAMENTOS:

 

1. APAGUE AQUELE E-MAIL. Apague tudo aquilo que você não precisa saber.

 

 2. LIVRE-SE DOS ANEXOS. Tenha muito cuidado para abrir arquivos de origem desconhecida.

 

3. CONTE ATÉ 10, DEPOIS ENVIE. Não envie e-mail quando estiver cansado ou nervoso. Revise-o muito bem antes de enviá-lo.

 

4. NÃO HÁ NADA COMO UMA COISA REAL. Nunca troque um encontro pessoal necessário, por um e-mail.

 

5. MANTENHA SEUS CONTATOS EM DIA. Mantenha uma lista de endereços atualizada.

 

 6. QUEBRE AS CORRENTES. Elas devem ser eliminadas a todo custo.

 

7. RUMORES, FOFOCAS E BOATOS. Não espalhe rumores ou mencione os pontos negativos de pessoas. Isto pode se voltar contra você.

 

8. NÃO SE ENVOLVA EM DISCUSSÕES. Isto é um erro grave. Você tem coragem de dizer isso pessoalmente? Caso contrário, não o faça por e-mail.

 

9. CONSIDERE A LARGURA DE BANDA PARA COMUNICAÇÃO PESSOAL.

 

10. NINGUÉM É PERFEITO. Se a mensagem precisa ser a mais perfeita possível, então utilize outra forma de comunicação. Os e-mails são o “triângulo das Bermudas” da arte de escrever, já que pontuações, regras gramaticais e de ortografia correta costumam desaparecer misteriosamente. Se você insistir nesse meio, revise sua mensagem, linha a linha a procura de erros.

 

 Boa Comunicação.

 

Manuela M. Rodriguez